O AMOR / CHICO XAVIER

O amor de Deus é nosso. Pertencemos a este amor. E este amor é dinâmico!  Este amor não é insignificante, não é vulgar. Ele é magnético. E nos atrai em sua direção. Ele abrange todo o universo. É o que todos possuímos como a semente da centelha divina dentro de nós. Reconheçamos, então, a enorme profundidade do amor de deus. Não é um amor que existe apenas agora, mas que sempre existiu e sempre existirá. Se conseguimos escapar das densidades  deste mundo, o amor de Deus permitirá que encontremos uma liberdade que jamais conhecemos antes – uma liberdade de consciência, uma liberdade do nosso ser, no domínio sobre os nossos corpos físicos, sobre a nossa consciência, nossa mente, coração e sobre tudo o que nos rodeia.

Categoria:Gotas de conhecimento

Deixe seu Comentário