EM MINHAS PRECES...


A grande  maiorias das pessoas só recorrem às orações quando estão com problemas de ordem material ou por motivo de doen­ça.
 E sempre aguardando passivamente uma solução imediata para aquilo que as afligem.
Se o atendimento demora, se revoltam, não acreditando na eficácia da oração.
Geralmente esperam por um "milagre", e não desprendem um mínimo esforço para a realização do que foi solicitado.
Em geral, só vemos o presente, o imediatismo.
Não quere­mos e não gostamos de sofrer. Mas, se o sofri­mento é de uti­lidade para a nossa felicidade futura, com certeza Deus dei­xará sofrermos por algum tempo. Entretanto, os Benfeito­res Espirituais estarão do nosso lado nos dando força, confian­ça, coragem, paciência e a resignação, desde que a fé esteja abrigada em nossos corações.
“A oração é para os momentos difíceis e de provação”.   E quando vivenciamos a dor, dizemos: “Como posso orar com um sofrimento desses?  
A prece nos dá a sustentação necessária para suportar a dor com resignação e paciência, encarando este momento como um aprendizado. 
“Mas a oração é para ser feita nos momentos em que estamos bem. Assim a realizaremos com mais eficácia”.     E por estarmos felizes, esquecemos ou não temos tempo para a prece.
Deus só entra em nossas vidas se assim o desejarmos e permitirmos. E este caminho é através da oração!









Categoria:Gotas de conhecimento

Deixe seu Comentário